Tags: Latam |

“Uma análise fundamentalista que se caracteriza por um misto entre top-down e bottom-up”


Como é feita a selecção de obrigações para o fundo? Qual é o número de títulos que têm habitualmente em carteira?

A BRAM utiliza uma análise fundamentalista que se caracteriza por um misto entre top-down e bottom-up no processo de investimento. Os inputs macroeconômicos são fornecidos pela equipe proprietária, composta de 7 analistas. A análise das emissões privadas é complementada pelo bottom-up, uma análise fundamentalista de cada emissor, realizada pela equipe de research composta por 8 analistas. A estratégia é implementada através da criação de carteiras modelo considerando os diferentes níveis de risco de crédito e/ou duração, monitorados constantemente, e ajustes dos limites de todas as variáveis​​.

A carteira do Brazilian Hard Currency é coposta de 30 a 50 ativos.

Há alguma percentagem definida para alocação a emissões soberanas ou privadas?

De acordo com o regulamento do fundo, não pode haver exposição superior a 70% em emissões privadas.

No que refere às segundas como avaliam a empresa da qual vão comprar divida?

Primeiramente, aplicamos um filtro junto à área de research, excluindo empresas que estão abaixo do nível desejado de liquidez, qualidade e governança. A partir daí, aplicamos a análise top-down para selecionar os setores da economia que vão ser mais beneficiados dado o cenário atual, juntamente com a análise bottom-up, onde selecionamos as empresas com melhores perspectivas e que se encontram com os melhores níveis de risco-retorno.

As medidas utilizadas para as análises são, entre outras, para o top-down: taxas de juros, inflação, PIB, câmbio e análise setorial, e para o bottom-up, a análise fundamentalista é baseada em fluxo de caixa descontado, índice de solvência, performance relativa à ação, perfil do endividamento, nível de alavancagem e caixa disponível.

Qual a rotação da carteira?

A rotação média da carteira gira em torno de 150 a 300%, variando conforme as condições de mercado

Qual é a média dos ratings em carteira?

A maior concentração da carteira está em títulos com grau de investimento. O rating médio ponderado é BBB.

Qual é a duração da carteira? Tem-se mantido constante nos últimos anos ou houve alterações? Se sim, por que motivos?

A duração da carteira, até 1 ano atrás, era de aproximadamente 6,5 anos. No último ano, encurtamos a duration da carteira devido ao risco de alta de juros de longo prazo na curva de juros norte-americana, uma vez que todos os ativos estão denominados em dólar. Atualmente, a duração da carteira é de 5,5 anos.

Apresentação da BRAM a investidores portugueses na próxima quarta-feira, dia 10 de Abril.

Otras noticias relacionadas


Lo más leído

Próximos eventos