Tags: Latam |

Novo patamar dos juros desafia indústria em 2013


Em 2012, a indústria dos fundos de investimento foi marcada pela redução da taxa de juro, o que levou os fundos de obrigações a captarem mais de 30 mil milhões de reais e a alcançarem as melhores rendibilidades. Apesar disso, as margens de ganhos nesta classes de activos estão mais reduzidas, de acordo com o panorama ANBIMA de Janeiro. Espera-se um novo patamar de taxas de juro, ao longo de 2013, embora os profissionais apontem para um cenário de manutenção da Selic ou descida mais modesta do que a verificada no ano passado.

A indústria enfrenta, desta forma, um desafio, onde o investidor procurará obter retornos mais elevados em activos com maior exposição ao risco. Os fundos estruturados, como os fundos de investimento em direitos credíticios e os imobiliários apresentam-se, neste contexto, como investimentos alternativos atractivos. Esta maior apetência pelo risco e o objectivo da diversificação já se verificaram, em 2012, no crescimento dos activos sob gestão na categoria multimercados.

O Panorama ANBIMA de Janeiro indica, ainda, que “a melhoria na informação aos investidores, a ampliação do 'suitability', o aprimoramento da gestão de liquidez e do crédito privado, bem como a desindexação e a redução de custos estão entre os principais desafios da indústria no ano que se inicia”.

Lo más leído

Próximos eventos